PRÓPOLIS | COMO UTILIZAR E QUAIS OS BENEFÍCIOS PARA A SAÚDE | Luciano Bruno #nutricaoeficiente

Própolis com leite: métodos de aplicação

A própolis com leite é um produto valioso, amplamente utilizado na medicina para o tratamento de várias doenças. Este medicamento natural e totalmente inofensivo pode substituir as pílulas farmacêuticas. O uso da própolis com leite está ao alcance de todos, desde que seja de fácil preparo.

Conteúdo do artigo

Indicações de uso

Própolis com leite: métodos de aplicação

A palavra própolis na tradução do grego significa um sistema de proteção. Esta substância é usada pelas abelhas para selar colmeias, a fim de protegê-las da umidade, vírus e micróbios. É enriquecido com oligoelementos e vitaminas úteis e também contém flavonóides, fitoncídeos e glicosídeos. A ingestão regular ajuda a fortalecer o corpo e melhorar o bem-estar geral.

Pelos inegáveis ​​benefícios deste produto, a tintura de própolis com leite deve estar disponível em todos os lares, principalmente onde há crianças. E com o início da temporada de outono, quando as doenças virais começam a se agravar, é aconselhável evitá-las com uma bebida com mel e leite.

Na primavera, apesar do recuo das epidemias de gripe e doenças virais agudas, o corpo humano permanece enfraquecido após o inverno, por isso deve ser complementado com um coquetel de vitaminas à base de própolis e leite.

Os médicos recomendam o uso de um remédio para o tratamento dessas doenças e patologias:

  1. Faringite aguda e crônica.
  2. Amigdalite.
  3. Laringite.
  4. Otite.
  5. Tosse pulmonar.
  6. Dor de garganta.
  7. Doença periodontal.
  8. Pancreatite.
  9. Microtrauma.

Muitos séculos de experiência no uso de produtos de mel para fins medicinais provaram que eles têm propriedades expectorantes, desinfetantes, desinfetantes, anti-sépticas, imunomoduladoras e vasoconstritoras.

A própolis destrói as fontes de desenvolvimento de doenças infecciosas, tem um efeito prejudicial sobre toxinas e bactérias e, quando vírus pesados ​​entram no corpo, retarda o crescimento e leva à sua morte.

O tratamento com própolis com leite na maioria dos casos é mais eficaz, ao contrário dos antibióticos. Além disso, o produto à base de mel tem efeito antibacteriano em feridas, contribuindo para sua rápida cicatrização, além de acelerar os processos de renovação celular.

Recomenda-se que o leite com própolis à noite seja tomado regularmente para tosse pulmonar grave, deficiência de vitaminas e boca crônicafidelidade. A lista de doenças que a tintura com produtos de mel pode curar pode ser infinitamente enumerada, uma vez que não existe tal doença em que não ajude, pelo menos em maior ou menor grau.

Antigamente, este remédio era usado para acabar com o vício do álcool, mas hoje os produtos à base de mel provaram a sua eficácia para este fim, uma vez que reduzem significativamente o desejo pelo álcool. Eles têm um amplo espectro de ação, portanto, são usados ​​como terapia auxiliar mesmo para doenças graves do sistema respiratório (tuberculose pulmonar, pneumonia, bronquite prolongada).

Própolis com leite: métodos de aplicação

Vale ressaltar o efeito benéfico no organismo da própolis com leite quando utilizada no tratamento da pancreatite. Essa doença ocorre em 1/4 da população e no ser humano moderno traz muitos transtornos associados a desconforto, dor no lado esquerdo sob a costela e restrição de alimentos e bebidas. Os componentes contidos na própolis nivelam os hormônios e, com isso, eliminam a pancreatite.

Para mulheres durante a menopausa e para restaurar um ciclo menstrual regular, o uso desta tintura com decocções de ervas medicinais contendo fitohormônios femininos também é mostrado (tais ervas incluem, por exemplo, Orthilia unilateral, sálvia). Para fazer isso, deve ser feito uma semana antes do início do seu período.

Os benefícios e malefícios da própolis com leite

Há muito tempo que o leite quente é tratado para resfriados, porque o efeito de seu uso é óbvio. No entanto, se for usado junto com produtos à base de mel, a eficácia dessa bebida aumenta significativamente. Apesar das propriedades benéficas da própolis, ela é um alérgeno, por isso não é recomendável bebê-la para pessoas com tendência a reações alérgicas.

Leite com própolis para tosse não tem contra-indicações para gestantes e lactantes - ajuda a fortalecer a imunidade enfraquecida e prevenir o desenvolvimento de anemia, mas ainda é necessário consultar um médico.

Preparações à base de produtos de mel podem ser viciantes e, portanto, serão ineficazes para o tratamento de doenças, portanto, é recomendável fazer um curso e fazer um intervalo de 2 a 3 semanas.

O uso prolongado de produtos médicos em altas doses pode, ao contrário, enfraquecer o sistema imunológico, portanto, neste caso, a regra quanto mais, melhor é inadequada.

Antes de buscar a resposta para a pergunta: como beber própolis com leite, é importante consultar o seu médico para evitar consequências negativas, que se expressam em náuseas, tonturas, aumento do número de leucócitos no sangue, dores no fígado, erupções cutâneas alérgicas, etc. .

Para aumentar a resistência do corpo à penetração de vírus, é aconselhável tomar uma bebida feita de produtos de mel regularmente para todos os membros da família.

Como beber própolis com leite de kachapéu

Para o tratamento da tosse, é preparada uma solução de 5 g de própolis, que se dissolve em 50 g de álcool no máximo 75%.

Uma mistura de produtos à base de mel com álcool é infundida em um local escuro por 11-15 dias, após o que é adicionada ao leite fervido morno e tomada na dose necessária, dependendo da gravidade e do tipo de tosse.

A mistura de álcool é armazenada na geladeira fechada por mais de 2 semanas e diluída com leite - não mais do que 2 dias.

A tintura de própolis de leite não é recomendada para ser tomada com o estômago vazio, de preferência antes de dormir, pois pode causar sonolência temporária.

Existem também diferentes receitas para fazer a tintura de própolis com leite, dependendo da gravidade da patologia:

Própolis com leite: métodos de aplicação
  • Ao primeiro sinal de resfriado e tosse leve, recomenda-se beber uma solução morna (12 gotas por meio copo de leite), 2 colheres de sopa. colheres pelo menos 8 vezes ao dia. O curso de prevenção é de 5 a 7 dias.
  • Para uma tosse moderada, é recomendado colocar a mistura (30 gotas por meio copo de leite) em uma garrafa térmica e levá-la quente quatro vezes, meio copo por dia. O curso do tratamento é de 7 a 10 dias.
  • Para tosses fortes, tome 60 gotas da tintura em meio copo de leite morno 3 vezes ao dia. Período de tratamento a partir de 1 mês.

Receitas de própolis com leite para várias doenças

  1. Para normalizar o ciclo menstrual, 20 gotas de tintura diluída em 100 ml de leite morno ou uma decocção de ervas medicinais. Tome duas vezes ao dia na última semana antes da menstruação.
  2. Para a prevenção de doenças virais e fortalecimento do sistema imunológico, 10-15 gotas de tintura por 100 ml de leite. Consumir 2 colheres de sopa. colheres de 6 a 8 vezes ao dia.
  3. A própolis com leite para pancreatite é consumida de 35 a 40 gotas por 120 ml de leite 1,5 horas antes das refeições, três vezes ao dia. O período de tratamento é de 1 mês com intervalos de 10-15 dias (não mais do que 3 ciclos de 1 mês com intervalos).
  4. Para o tratamento de doenças da vesícula biliar. A mistura é administrada na mesma dosagem que para o tratamento da pancreatite.

FUNGOS e CANDIDA, NUNCA MAIS!

Postagem anterior Quão eficazes são os fios de mesoth para o rosto?
Próxima postagem Seleção de um penteado de sucesso por tipo de rosto