Tudo sobre líquido amniótico! Dra. Responde #5

Por que vaza líquido amniótico: causas e sintomas

O líquido amniótico desempenha um papel muito importante na vida do bebê no período pré-natal, criando condições favoráveis ​​para seu desenvolvimento e o protegendo de fatores externos. O feto, rodeado por líquido amniótico, está localizado na membrana amniótica - a bexiga fetal.

Por que vaza líquido amniótico: causas e sintomas

A integridade desta bexiga é muito importante, porque depende dela se todas as funções importantes do líquido amniótico serão realizadas.

Portanto, toda mulher grávida deve saber da existência de uma patologia como o vazamento de líquido amniótico e estar pronta para medidas de emergência, se necessário.

Conteúdo do artigo

Peculiaridade da patologia

O líquido amniótico tem uma composição bioquímica única, possui propriedades bactericidas e até participa de processos metabólicos. Além disso, eles desempenham uma função nutricional, reduzem a pressão nas paredes do útero e facilitam o processo de gravidez.

Conforme o bebê cresce no útero, o volume de líquido amniótico também aumenta, o vazamento do qual pode ser devido ao aparecimento de microfissuras ou adelgaçamento nas paredes da bexiga fetal.

O maior perigo é que os primeiros sinais de vazamento de líquido amniótico no início da gravidez sejam frequentemente confundidos pelas mulheres com incontinência urinária banal ou mesmo passem despercebidos, misturando-se a outras secreções vaginais.

Infelizmente, sem o teste, mesmo um médico no primeiro trimestre da gravidez nem sempre pode determinar à vista se existem sintomas alarmantes de vazamento de água. E se isso acontecer, em 90% dos casos você terá que interromper a gravidez.

O aparecimento deste sintoma uma a duas semanas antes da data prevista de nascimento é difícil de não notar, porque nesse período, até 500 ml de líquido amniótico são liberados da vagina, que tem um aroma muito específico. Freqüentemente, durante esse período, durante o vazamento, a cor do líquido amniótico pode ser alterada. Depois de uma liberação tão volumosa de água, as contrações podem começar em breve.

Como detectar a tempo?

Nos casos em que o rompimento da bexiga fetal ocorre antes do vencimento, as águas saem de uma vez e é impossível perder esse momento ou confundi-lo com qualquer coisa. No entanto, há momentos em que a água vaza em volumes insignificantes e é difícil para uma mulher entender o que exatamente está acontecendo.

Como determinar o vazamento de líquido amniótico e buscar ajuda a tempo? Para que este sinal de alarme não passe despercebidomulheres grávidas são aconselhadas a usar roupas íntimas de algodão de cor clara e não se esqueça de usar almofadas brancas.

É improvável que seja possível determinar a presença de líquido amniótico na roupa íntima ou absorvente por parâmetros como cheiro ou cor, mas o próprio fato da presença de uma quantidade atipicamente grande de secreção é bem possível. É importante lembrar que em qualquer estágio da gravidez em que uma mulher se encontre, com qualquer suspeita de vazamento de água, você deve procurar imediatamente a ajuda de um médico.

Por que vaza líquido amniótico: causas e sintomas

Para tornar mais fácil para as gestantes determinar a presença de líquido amniótico, um teste especial para vazamento de líquido amniótico foi inventado, que pode ser comprado em qualquer farmácia e sempre mantido à mão.

Este teste mostra o nível de pH da vagina, que possui um ambiente ácido, e na presença de líquido amniótico nele, que possui um ambiente ligeiramente alcalino, o teste mostrará a presença de um ambiente neutro na vagina.

Possíveis razões para o desenvolvimento da patologia

Não é tão fácil determinar a causa do vazamento de água, especialmente se seus volumes forem pequenos, no entanto, a ginecologia moderna ainda identificou e verificou várias das causas mais comuns de vazamento de líquido amniótico durante a gravidez, incluindo:

  • a presença de doenças infecciosas dos órgãos genitais de uma mulher e subsequente infecção das membranas. Esta condição é mais frequentemente característica da gravidez prematura, quando o colo do útero amadurece rapidamente, no contexto disso, são liberadas enzimas que esfoliam a placenta e amolecem a membrana fetal. Esta situação está repleta de hipóxia fetal e hemorragias uterinas profusas;
  • uma pelve estreita da futura mãe e uma apresentação anormal do feto. Neste caso, o vazamento de líquido amniótico pode aparecer na primeira fase do trabalho de parto, que é caracterizado por uma dilatação muito lenta do útero;
  • insuficiência cervical, em cujo contexto ocorre a ruptura das membranas. Ocorre em um quarto de todas as mulheres grávidas. O desenvolvimento desta patologia leva a uma espécie de protrusão da bexiga fetal, o que aumenta sua vulnerabilidade e a torna incapaz de resistir a vírus e aos menores efeitos fisiológicos;
  • doenças crônicas na mãe e a presença de maus hábitos. Em risco estão as mulheres grávidas que abusam do cigarro e do álcool, que sofrem de distrofia, anemia e doenças do tecido conjuntivo;
  • anomalias de desenvolvimento do útero (útero encurtado) e gravidezes múltiplas.

Além disso, razões frequentes pelas quais o líquido amniótico pode vazar são doenças como endocervicite, colite, a presença de tumores no corpo do útero (mesmo benignos), bem como o uso de métodos invasivos de diagnóstico pré-natal, quando o líquido amniótico foi retirado de uma mulher grávida para análise ou uma amostra de vilosidade coriônica foi realizada.

Tratamento

Como éth não há tratamento de vazamento de líquido amniótico com terapia específica claramente definida e uma lista de medicamentos. Existe uma tática médica especial destinada a interromper rapidamente o problema que surgiu e mantê-lo dentro dos limites de segurança .

Infelizmente, não há necessidade de falar sobre a eliminação completa desta patologia. Um papel importante na escolha das táticas de tratamento desta patologia é desempenhado pelo fato de a que horas começou o vazamento de água e quanto tempo se passou desde a ruptura da membrana das membranas.

Assim, no caso em que houve vazamento abundante de água ou seu derramamento completo por até 22 semanas, a gravidez não persiste. Se o líquido amniótico vazar após as 22 semanas, tudo o que for possível será feito para manter a gravidez.

Nesse caso, opta-se por uma tática de esperar para ver, cujo objetivo é levar a gravidez ao máximo possível, para que o feto nasça mais maduro. Para prevenir o nascimento prematuro, tocolíticos são prescritos; para evitar o desenvolvimento de corionamnionite, a mulher é colocada em uma enfermaria esterilizada e está sob constante monitoramento cuidadoso.

Se o desenvolvimento de corionamnionite ainda não puder ser evitado ou se surgirem sinais de deterioração da saúde da criança, a antibioticoterapia é prescrita e é tomada uma decisão sobre o método de parto.

Se a gravidez for a termo, a água está vazando, mas ainda não há contrações, a critério do médico, o trabalho de parto pode ser realizado ou uma posição de espera para ver (aguardando o início do parto espontâneo).

Se, durante uma gravidez de termo, as águas tiverem baixado completamente e não houver contrações após 3 horas, o colo do útero é preparado com hormônios para o parto e estimulação com oxitocina. Embora o mais comum seja uma cesariana.

Líquido amniótico e ruptura da bolsa

Postagem anterior Como escolher redes sociais para crianças?
Próxima postagem Como resolver problemas com freio debaixo da língua?